Dia de São José: curiosidades sobre o santo

<

são josé

Nesta terça-feira (19/3/2019), comemoramos o Dia de São José – o homem que criou Jesus e trabalhou de forma árdua para proteger a família. Veja alguns  detalhes sobre a vida do santo, que recebeu mensagens de anjos, soube ser humilde e aparece em quatro celebrações da igreja católica.

 

  1. Pai adotivo de Jesus

São José estava noivo de Maria quando soube que ela esperava um filho que não era dele. Chegou a cogitar abandoná-la – o que poderia acarretar na punição por apedrejamento para a jovem – mas, em sonho, recebeu a mensagem de um anjo e entendeu que a gravidez era uma ação do Espírito Santo, sendo o fruto de seu ventre o filho de Deus. José, então, não apenas se casou com Maria, mas fugiu com ela para o Egito a fim de que Herodes não pudesse matar Jesus – decisão também tomada após avisos dos anjos.

2.     Árvore genealógica

José é descendente da linhagem do rei Davi, o que, de certa forma, faz com que se estabeleça uma ligação entre esse antepassado e Jesus.

3.     Onde ele está?

Descrito como justo, José é mencionado poucas vezes na Bíblia, sendo a última delas o momento em que Jesus, então com doze anos, se perde dos pais ao ficar conversando com os doutores do templo durante uma peregrinação. Ao que tudo indica, ele morreu antes que o filho iniciasse a sua vida pública, quando o jovem tinha cerca de 20 anos, pois, caso contrário, teria recebido mais atenção por parte dos evangelistas.

4.     Discreto

Se José é pouco citado nas escrituras, é preciso destacar também que ele não tem nenhuma palavra expressa nos Evangelhos. Tendo sempre sido reconhecido como um silencioso e humilde servo do Senhor.

5.     Festivo

São José tem duas celebrações para chamar de suas dentro do catolicismo. Além do dia 19 de março, ele é lembrado também em 1º de maio na festa de São José Operário, o Dia Internacional do Trabalho, por ser um representante dos trabalhadores. Já no dia 30 de dezembro, ele ganha destaque novamente na Festa da Sagrada Família, e isso sem contar a importância que tem para a história do Natal

6.     Trabalhador

José sustentou Maria e Jesus com seu trabalho como carpinteiro, ofício que também ensinou ao filho.

7.     Idoso?

Apesar de a idade de José quando se casou com Maria não ser revelada em nenhuma das escrituras, por muito tempo, ele foi retratado como uma figura de idade já avançada, em razão de um texto de Tiago mencionar que o homem já havia se casado anteriormente e tido outros filhos, sendo viúvo quando foi escolhido para se casar e proteger Maria. Contudo, outros santos e estudiosos contestaram a idéia.

8.     Padroeiro

Além de ser o santo padroeiro de México, Canadá e Bélgica, em 1870, São José foi declarado como o patrono universal da Igreja pelo Papa Pio IX. Ele também é patrono das famílias, dos pais, das mães grávidas, dos viajantes, dos imigrantes, dos artesãos, dos engenheiros, dos trabalhadores, entre outros.

9.     Boa morte

De acordo com o dominicano Isidoro de Isolanis, São José soube que a hora de sua morte estava chegando também por meio de um anjo. Ele pediu que Deus lhe concedesse uma boa passagem e descansou sob os olhares atentos de Maria e Jesus. Justamente por conta de tais olhares misericordiosos, tornou-se o padroeiro da boa morte e é para quem as pessoas costumam pedir a graça de partir em comunhão com o céu.

 

Fonte de pesquisa: uol.com

Esta entrada foi publicada em Informações & Opiniões. Adicione o link permanente aos seus favoritos.