Micro e pequena indústria têm piora generalizada em maio

<

micro e pequena empresa 25_06_19Micro e pequenas indústrias viram derreter praticamente todos os indicadores no mês de maio, segundo pesquisa do Datafolha encomendada pelo Simpi (sindicato do setor).

 

Pela primeira vez no ano, o percentual de empresários que preveem demitir funcionários em 2019 ultrapassou o dos que pretendem contratar.

 

Outro indicador que teve recorde negativo em maio foi o de inadimplência. Cerca de 44% das empresas não receberam o pagamento de algum cliente, maior nível desde novembro de 2018.

 

Além disso, o índice que mede a expectativa dos industriais em relação aos negócios atingiu o menor nível desde janeiro.

 

Na última semana a Serasa Experiam divulgou que a  inadimplência de micro e pequenas empresas atingiu 5,3 milhões de negócios em março de 2019, batendo o recorde da série histórica iniciada em março de 2016.

 

Em comparação com o mesmo mês do ano passado, houve uma alta de 6,9%. Já em relação a fevereiro, o aumento foi de 0,7%. O resultado foi motivado pela alta da inflação, somada ao fraco desempenho da atividade econômica.

 

 

 

Esta entrada foi publicada em Notícias & Comentários. Adicione o link permanente aos seus favoritos.